amigos

Estou presa no passado

agosto 27, 2016


Sinto o cheiro de alimentos que comia quando tinha 4 anos de idade, isso é normal? Só eu sinto isso? Sinceramente não sei. 

Hoje tenho 24 anos e me lembro de tantas coisas inesperadas que diariamente não lembro ou que na verdade nunca tinha lembrado que me assusto com a exatidão das imagens que aparecem na minha mente ao sentir um cheiro, principalmente. 

Pode ser cheiro de perfume que me faz lembrar uma pessoa que nunca mais vi ou uma comida que comi por um determinado tempo. Por exemplo, agora senti o cheiro de uns pãezinhos que comia quando tinha uns 10 anos de idade em Laguna - SC. Aqueles pães eram maravilhosos, tinha que comer todos os dias daquele um mês que fiquei lá. Eles tinham um creminho amarelo muito gostoso, nunca mais comi. 

A nostalgia está presente em todos os momentos do meu dia, lembro de como me vestia e de como aquelas roupas me deixavam feliz, me sentia a mais linda da roda, todos me elogiavam e era maravilhoso. Meu ego agradecia incessantemente. As modinhas que segui, os bordões que usava e as pessoas que me cercavam, sinto tanta saudade delas e mais ainda de suas essências, que mudaram com o passar do tempo.

É eu sei, todo mundo muda, tudo muda, estamos em constante mudança. 

Tem dias que lembro de tantas pessoas e momentos bons que queria poder voltar no tempo para reviver aqueles momentos e dar replay infinitamente. Poder das as gargalhadas gostosas, matar aula pra beber vinho, sair de casa as onze horas da noite e voltar no meio dia do outro dia, entre outras coisas mais... Acho que é pra isso que servem as lembranças, pra gente lembrar olhando pro nada e começar a rir e sorrir como se tivesse lá, na verdade quando lembramos de algo mentalmente nos encontramos lá. 

É uma pena que com o passar do tempo perdemos todas as coisas em comum que tínhamos, perdemos o contato, não conseguimos cultivar as amizades por causa da rotina que nunca se encontra e também por falta de vontade de ambas as partes. E elas simplesmente vão, nós vamos, partimos uns da vida dos outros, deixando a mensagem de que foi bom enquanto durou e durou enquanto tava sendo bom. 

Abrimos espaço para novas pessoas chegarem e deixarem lembranças tão gostosas quanto as que deixamos. E percebemos que por mais doloroso que seja quando vamos ou vão, aprendemos a valorizar mais ainda os momentos e o quanto as pessoas doam - se para nós, seja virtual ou pessoalmente quando dá. Envolve muitas coisas tudo isso, as relações são lindas e a forma como as pessoas marcam nossas vidas maravilhosa.

You Might Also Like

4 Comentários

  1. Engraçado como a vida é! Quando somos crianças queremos ser adultos e quando chegamos a essa fase queremos voltar, mas não podemos.
    Sei perfeitamente o que é isso e me identifico muito! O tempo todo, textos, coisas qu vejo em vídeos, tv, dependendo do que vejo, até as músicas que cheguei a postar no meu blog, tudo me lembra a minha infância e adolescência. Trakinas ainda é minha bolacha preferida, ouço Backstreet Boys até hoje, pode ser besteira, mas marcou minha fase teen.

    www.faseseestacoes.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a nossa fase teen, momentos de transições sempre deixaram saudades.
      Obrigada pela visita.
      Beijos

      Excluir
  2. eu lembrei da música Epitáfio dos Titãs com esse texto...
    eu lembro de muita coisa que agora penso que deveria ter aproveitado mais aqueles momentos! mas como não dá pra voltar no tempo, tento aproveitar ao máximo agora!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, temos que aproveitar mais daqui pra frente...
      Beijo

      Excluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!