amor

O amor que desejamos

janeiro 24, 2016


Guarde todas as suas roupas na mala, junte todas as coisas e vamos embora, não demora que vou te esperar lá fora. Dê tchau pra todos que você gosta, que são realmente importante e vamos partir logo, não deixe nosso endereço,  muito menos nossos telefones, se quiserem falar com nós dois, nos procurem nas redes sociais, onde não postaremos mais nada a partir de hoje, porque quero ser feliz de verdade do seu lado.

Não vou querer apenas um status, várias fotos com sorrisos de gesso em locais que todos sentem vontade de ir, mas não vão por algum motivo ou vários que desconhecemos, além da aliança de prata ou de ouro, na mão esquerda ou na direita, da tatuagem marcada na pele como se fosse um prêmio ou um carimbo fixo que diga: "- ei, ele é meu, tira o olho.". 

Quero poder confiar em você todos os dias, o ano todo e que você sinta o mesmo por mim também, porque é recíproco, sabemos disso, não precisamos provar nada pra ninguém, a não ser pra nós mesmos, todos os dias, todas as horas. Para que isso aconteça não precisamos fazer nada de tão grandioso, só os nossos pequenos e bons detalhes bastam, olhares, carinhos e palavras nas horas certas. 

O melhor de tudo, é não precisar te cobrar nada, até porque tu não me deve nada, quero poder apenas caminhar na mesma estrada, de mãos dadas, observando o horizonte e rindo de coisas bobas. Hoje, não há nada que nos impeça de viver esse sonho, de realizá - lo um pouquinho de cada vez. 
Acordar todos os dias e poder apreciar o teu sono e achar que não é verdade, aproveitar cada pequeno momento da nova realidade é o que me deixa mais feliz. 

Não precisa me dizer nada, sei que você sente o mesmo que eu, fomos feitos um para o outro, mesmo morando tão longe, sem um motivo lógico para que nos encontrássemos um dia, mas isso aconteceu e foi tão lindo desde o começo que não quero nem imaginar a palavra fim, isso não vai nos pertencer tão cedo. 

Apesar de todo o medo que temos do outro querer partir, ao mesmo tempo sabemos que não há nada que nos faça querer isso. Ficaremos aqui, de mãos dadas, caminhando na mesma estrada, apreciando nosso jardim, envelheceremos juntos, sentados na varanda, relembrando o inicio de tudo, do nosso amor.

You Might Also Like

6 Comentários

  1. Eita, caceta! Que post doce e lindo! Amei, Nati. 'Cê sabe ser doce em textos românticos, hein? Adorei esse seu lado.
    Beijo!

    Blog || Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ericona, tu sabe me deixar feliz. Obrigada viu?!
      Beijo

      Excluir
  2. Aii que lindo! Me lembrou um amor...pessoal! kkkk Já amei alguém que vivia muito longe de mim. Foi intenso igual a descrição desse texto! ^^
    Você é uma menina de muitas escritas. Adoro!
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amar alguém que mora longe é ruim mesmo, ficaria ansiosa...
      Obrigada pelas lindas palavras. Beijos

      Excluir
  3. Mas tu brinca com as palavras em dona Nati.
    Impossível não amar seus textos.
    Amor sem alarde é amor baixinho. É aquele que quem precisa saber sabe e isso basta.

    P.S: Obrigada pelo carinho viu. ♥

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own sua linda, fico muito feliz em ler isso, tu não sabe o quanto... Muito obrigada mesmo!
      Beijo

      Excluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!